Quero agradecer os vários emails que tenho recebido e o carinho de todos que me visitam. Criei esse blog com o único objetivo de trocar ideias no trabalho com crianças na igreja. Também posto as lições de cada trimestre, que retiro do site http://www.advir.com/criancas/ onde baixo todos os auxiliares. Por isso não vejo a necessidade de colocar aqui, todas as partes de cada lição. Até quando puder continuarei postando apenas as histórias das lições, que estão nos auxiliares. Além de atividades e outras coisas mais. Espero estar ajudando e gostaria também de receber ideias novas. E assim continuar com esse site, que considero um trabalho na obra de Deus. Um grande abraço. Malu

quarta-feira, 7 de julho de 2010

O Diário de Neemias – 2

Lição 2 Juvenis 10 de julho de 2010

Verso Para Memorizar
“Irmãos, peço [...] que vocês estejam de acordo no que dizem e que não haja divisões entre vocês. Sejam completamente unidos em um só pensamento e em um só propósito.” 1 Coríntios 1:10, NTLH.

Resumo da Lição
Pessoas de todos os tipos e profissões, e de todas as partes do país, se reuniram para ajudar Neemias a reconstruir as muralhas. Trabalhando naquela construção estavam homens de negócios, políticos, mulheres, crianças e pobres. Cada classe da sociedade judaica estava ali representada. Imagine os detalhes que precisavam ser observados para que cada pessoa estivesse no lugar certo, na hora certa e com o equipamento ou material certos. Imagine como Neemias se sentia ao fim de cada dia.
A atenção de Neemias aos detalhes ajudou a facilitar o processo de construção. E, como praticamente todos trabalhavam unidos, a restauração dos muros começou sem maiores problemas.
Esta lição fala sobre serviço. As orações e o planejamento de Neemias permitiram que ele fosse um servo eficiente. Assim como a organização de Neemias foi uma bênção para aqueles com quem ele trabalhou, também podemos servir a Deus com mais eficiência se formos cuidadosos no planejamento da tarefa.

Estudo da Lição
Introduzindo a História Bíblica
Algum de vocês já subiu uma montanha que é ponto turístico, ou foi a uma caverna bem conhecida, e quando chegou lá mal pôde acreditar que alguém tinha desenhado ou pintado o nome nas pedras, ou nas árvores? Talvez essas pessoas tenham se esforçado tanto para chegar lá que gostariam que todos soubessem que haviam estado ali. Hoje vamos ler sobre pessoas que são assim.

Vivenciando a História
Com antecedência, fazer cópias dos tijolos e recortar. Pedir que os alunos abram suas Bíblias em Neemias 3. Fazer de conta que vai ler o capítulo todo. Pedir que cada aluno leia um verso, de pé e em voz alta. Após uns seis versos assim, ou antes, se os alunos já
se demonstrarem irrequietos, perguntar: O que está acontecendo neste capítulo? (Um registro do local da construção e quem a fez.) O que foi que eles reconstruíram?
Deem uma olhada no capítulo e me digam. (Portão das Ovelhas, Portão dos Peixes, Muralha Larga, Torre dos Fornos, Portão do Vale, Portão do Lixo [ou do Monturo], Portão da Fonte, Portão Leste, Portão da Guarda, Portão das Águas, Portão dos Cavalos, Portão Velho, Piscina de Siloé [ou Represa de Selá, ou ainda, Açude de Hasselá] e as muralhas entre todos estes portões.)
Dividir os 32 versículos do capítulo entre os alunos. Distribuir os tijolos. Os alunos farão um tijolo para cada personagem do verso (ou versos) que forem ler, escrevendo o nome daquela pessoa no tijolo de papel.
Quando a Bíblia diz Zacur, filho de Inri, seria como dizer “Zacur Inri” porque naquele tempo o sobrenome era o nome do pai. Só que eles diriam “Zacur Ben Inri”. Ben significa “filho de”.
Os alunos deverão escrever os nomes (por exemplo, Zacur Inri) e entregar os tijolos ao professor.
Prender esses tijolos na parede com fita adesiva, construindo uma parede com seis tijolos em cada fila. Os alunos também poderão prender seus tijolos; finalmente vocês verão de que tamanho ficará a muralha de papel. (Classes pequenas: não é necessário fazer esta atividade se os alunos ficarem entediados. Ou, enquanto um ou dois alunos constroem a muralha, os outros
podem continuar o estudo da lição.)

Encerramento
Repetir com a classe a “frase de efeito” criada pelos alunos, ou apresentar-lhes uma que você tenha criado. Pedir aos juvenis que se reúnam perto dos cartazes ou bandeiras expostos na classe.
Orar para que Deus lhes dê um senso de propósito a fim de servirem unidos e realizarem os planos de Deus.

2 comentários:

Shirlei disse...

Querida Malu!
Você com certeza é uma benção para os que estão próximos de ti e os que estão distantes também.
Meu nome é Shirlei, sou pedagoga e trabalho com adolescentes e juvenis há mais de dez anos.
Fique muito feliz e satisfeita ao conhecer o seu trabalho, que é maravilhoso. Continue se deixando ser usada por Deus, e com certeza Ele derramará muitas bençãos sobre seu lar.
Tenho uma sugestão a fazer, que para mim é muito importante: estou frequentando uma igreja muito humilde, onde a maioria dos membros não têm condições de comprar todas as lições necessárias para os filhos. Gostaria de saber se você conhece algum site que tenha a lição dos juvenis para que eu possa imprimir com antecedência, ex. hoje eu imprimiria a lição 3 para alguns deles, até eu conseguir comprar ou receber doações para os que não as têm.
Se não tiver em nenhum site, vc poderia colocar a lição atual e a próxima para nós?
Vou deixar o meu e-mail caso você tenha um tempinhos para me responder.
shirlei.queiroz@hotmail.com
Aguardo ansiosamente.
Bjinhos

Pedro disse...

Muito Bom o seu trabalho !!!
Gostei muito do Seu Blog