Quero agradecer os vários emails que tenho recebido e o carinho de todos que me visitam. Criei esse blog com o único objetivo de trocar ideias no trabalho com crianças na igreja. Também posto as lições de cada trimestre, que retiro do site http://www.advir.com/criancas/ onde baixo todos os auxiliares. Por isso não vejo a necessidade de colocar aqui, todas as partes de cada lição. Até quando puder continuarei postando apenas as histórias das lições, que estão nos auxiliares. Além de atividades e outras coisas mais. Espero estar ajudando e gostaria também de receber ideias novas. E assim continuar com esse site, que considero um trabalho na obra de Deus. Um grande abraço. Malu

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Quem Receberá o Espírito Santo?

2  Lição dos Adolescentes 09/01

Texto Bíblico: Atos 2:1-39
Comentário: Atos dos Apóstolos, capítulos 4 e 5.
Verso Bíblico: Atos 2:2-4.

I. SINOPSE
O Espírito Santo é um dos maiores dons que Deus nos oferece, mas será que O consideramos um dom digno de ser recebido? Será que consideramos o Espírito Santo uma força que opera nas atividades evangelísticas ou, quem sabe, a voz de nossa consciência e nada mais?
Em Lucas 11:13, Jesus compara Deus a um pai que dá coisas boas aos seus filhos. Porém, não diz que Deus daria o que quiséssemos, mas que enviaria o Seu Santo Espírito àqueles que Lhe pedissem. Isso não lhe soa como uma promessa cumprida pela metade? Quantas coisas, além do Espírito Santo, desejamos ou precisamos? Talvez boas notas, passar no vestibular de uma universidade conceituada, conquistar bons amigos, fazer parte de um grupo específico... Tantas coisas parecem ser mais importantes na adolescência – até mesmo na vida adulta! Essa promessa se parece com um lindo e atraente embrulho de presente que, depois de aberto, descobrimos não ser nada mais do que um par de meias.
Isso ocorre apenas se não compreendemos quem o Espírito Santo realmente é e o que de 2010 seja realizar em nossa vida! O Espírito Santoé o próprio Deus e deseja guiar-nos para uma vida de verdadeira felicidade. Deus nos criou com desejos e necessidades. A função do Espírito Santo é mostrar-nos como realizar nossos desejos e atender as nossas necessidades segundo a vontade de Deus. No momento em que passarmos a seguir as orientações do Espírito Santo, as pessoas ao nosso redor perceberão a diferença e desejarão saber o que temos de tão especial.

I. INICIANDO
Atividade
Encaminhe os alunos à seção da lição intitulada O Que Você Acha? Depois que tiverem concluído a atividade, discuta suas respostas.
Convide os alunos a pensarem na pessoa que mais amam neste mundo. Com essa pessoa em mente, faça a seguinte pergunta: Se dinheiro não fosse o problema, qual seria o presente perfeito para dar a essa pessoa?
Por quê?
Analise cada resposta. Qual a importância do presente escolhido? É dispendioso como uma casa ou um avião? Ou simples como uma carta escrita à mão, ou uma relíquia de família?
É o dom do tempo? Qual seria o presente perfeito para essa pessoa? É necessário pensar muito bem antes de escolher o presente perfeito?
Deus nos ama infinitamente mais do que jamais poderíamos amar alguém. Por isso, imagine o quanto não deve ter considerado o presente que nos ofereceria.

II. ENSINANDO A HISTÓRIA
Uma Ponte Para a História
Comente com os alunos em suas próprias palavras:
Muitas vezes não nos damos conta do valor do presente que recebemos! Julgamos ser comum e sem nenhum atrativo. Na verdade, o presente de Deus, o Espírito Santo, parece ser assim. Parece algo teórico, sem nenhum valor prático. Não se parece com algo que possa afetar nossa vida diária. Não poderíamos estar
mais errados!

Aplicando a História
(Para Professores)
Após ler com seus alunos a seção Estudando a História, use as perguntas a seguir, em suas próprias palavras, para discutir com eles.
Qual foi o sinal físico do Espírito Santo descrito na história desta semana? Qual seria a sua reação se tivesse visto essa manifestação?
Que milagre o Espírito Santo realizou? Por quê?
Em sua opinião, o que o Espírito Santo fez por eles pessoal e individualmente?
Qual foi a reação das pessoas que observavam a cena? Qual teria sido sua reação?
Utilize as passagens a seguir como fontes alternativas relacionadas à lição desta semana:
Lucas 3:21-22; Lucas 12:9-12; João 20:19-22.

Apresentando o Contexto e o Cenário
Use as informações a seguir para elucidar alguns aspectos da história para seus alunos. Explique em suas próprias palavras.
O comentário bíblico de Matthew Henry apresenta alguns detalhes a respeito dessa história.
Segundo o autor, esse milagre ocorreu durante a festa que reunia os judeus de todas as partes do mundo antigo. Isso contribuiu para que o evangelho fosse levado a todas as nações, pois o milagre de falar em línguas estrangeiras ocorreu diante do povo e a notícia logo se espalhou.
O dia de Pentecostes, festa comemorada em Jerusalém no momento do derramamento do Espírito Santo, celebrava o recebimento da lei de Deus no Monte Sinai. Daquele momento em diante, o dia de Pentecostes tornou-se um marco da propagação do evangelho também.
A Páscoa já havia adquirido uma nova importância com a morte de Cristo e, naquela ocasião, o Pentecostes passou a ter também um significado duplo.
As línguas de fogo que desceram sobre os seguidores de Cristo também possuíam um significado altamente simbólico. João Batista havia declarado que Jesus batizaria com o Espírito e com fogo todos os que nEle cressem.
Esse evento foi o cumprimento do que João Batista predissera: o derramamento do Espírito Santo associado a línguas de fogo que pousaram sobre cada um dos seguidores de Cristo. Isso nos faz lembrar a ocasião em que Deus apareceu a Moisés através da sarça ardente. Foi naquele momento que Deus revelou o Seu nome: Eu Sou o que Sou. A lei de Deus, comemorada no dia de Pentecostes, foi recebida com manifestações de fogo no Monte Sinai. O profeta Ezequiel (em Ezequiel 1:13) recebeu a confirmação de sua missão com uma visão de carvões em brasa. A missão de Isaías foi confirmada com uma brasa viva que tocou seus lábios (Isaías 6:7). O pecado será finalmente destruído num lago de fogo e a Terra será purificada com fogo também. A Bíblia diz que o nosso caráter deve ser purificado assim como o ouro se purifica no fogo. O fogo é um símbolo muito importante tanto antes quanto depois do ministério terreno de Cristo e nos mostra a continuidade dos ensinos de Jesus.
Matthew Henry relaciona a separação das línguas na época da construção da Torre de Babel e a separação das línguas de fogo no dia de Pentecostes. O autor sugere que na Torre de Babel a separação das línguas dividiu os povos e dificultou que o verdadeiro culto a Deus continuasse nos lábios daquelesque O haviam rejeitado. No entanto, com a separação das línguas de fogo no Pentecostes (seguida pelo dom de falar línguas estrangeiras), as pessoas de todas as nações uniram-se novamente através do poder do Espírito Santo.

2 comentários:

Miriam disse...

Pois é, fiquei encantada de ver um blog assim, com esse título, é realmente uma Escola maravilhosa.
Sou membro da IASD de Santa Teresa, no Rio de Janeiro. E vc é da onde?
Sucesso pra vc e Feliz Sábado!

bj

Miriam Nogueira

Marcella disse...

Amei a nova "cara" do blog!!!!!
Ficou lindo!!! Parabéns!!!